__RAQUEL

 
Registro: 11/06/2015
любите себя больше
Pontos92Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 108
Último jogo

PRESA NA PERIGOSA E SEDUTORA TEIA DO AMOR VIRTUAL

10/08/2018       

Se digitavam na graça dos que não veem perigo. Na pressa dos que têm buracos a preencher. No afã de quem quer que, enfim, dê certo.

Lascados e feridos de encontros desencontrados. Ali, no escurinho da tela, eis que surge um amor. Peixes num mar virtual. Se encontraram. Os mais tradicionais me dirão que amor precisa olho no olho, calor de mão, beijos calientes.

Pois eu digo que amor nasce como pode. Amor é mato vagabundo, Maria sem vergonha. Onde tiver um lugarzinho, ele brota pelas frestas. Quando se vê, já foi. Nasceu. Assim desabrocha o safado. Sem pedir licença a ninguém.

Amor tem defeitos de fábrica. Um deles é ser míope. Não enxerga impossibilidades. Distância? Não sabe o que significa. Amor é aranha experiente. Constrói a teia. Vai amarrando a vítima. Afoito, quer se expandir. Tem sede de novas aventuras.

Amor é correnteza sem âncora. É vela, vento e remo. Um bom amor bota a vida para a frente. Faz a gente ficar melhor. Mesmo que o outro, longe, não veja. O amor nos cobre de uma beleza de luz. Só por isso já vale.

A luz verde acende, a gente se prepara para o baile. A alma se arruma em clima de festa. Como quem dança pelo salão, as letras pulam e os olhos se encantam com as doces palavras que surgem. Basta um Oi para o coração disparar.

Na tela somos todos galãs. Escolhemos a mais bela foto. As palavras mais envolventes. O melhor elogio. Corremos no Google para procurar o que não sabemos e, voilà! Somos brilhantes. Falamos de qualquer assunto. Somos verdadeiros gênios.

#Somos todos pavões. Queremos encantar. Ser amados, olhados, queridos para sempre. Esse é o verdadeiro objetivo. A simples razão que pauta nossa incessante busca.

A internet facilita. Podemos deletar, pensar, sumir. Dar qualquer desculpa, quem vai conferir? Até culpar a própria internet, essa safada que vive caindo. A gente diz que estão tocando a campainha, o celular.

Fala qualquer negócio. Até pensar na resposta certa. Ou até que o outro esqueça a pergunta feita. Tudo parece seguro. Perigo é se envolver e de anzol, virar peixe. Aí é que a coisa pega. A luz não acende, cadê? Acende, mas não te chama? Ó dor.

Fora as curtidas na página. Quem são? Os comentários? As fotos? Tem cheiro de traição no ar? Bem complicado. Sem falar nas fofocas dos grupos. No disse me disse que desmancha amizades e amores.

 não é exatamente real. Nem deixa de ser. Parece filme, novela. Uma história que a gente vive capítulo a capítulo. A gente assiste, pena, torce, sofre, chora. Muitas vezes, o moço sai da tela e até acontece. E o amor fica inteiro real.

Um amor que cresce cria demandas. Vontade de agarrar, estar junto, se misturar, saber o cheiro e o gosto. Quando o amor virtual engarrafa e não consegue se realizar? Aí temos o risco. Risco do amor se perder em cobranças. E acabar em raivas.

Risco do amor desbotar. Ir perdendo a graça, o viço e a chama. Porque amores exigem movimentos e atualizações. Amor não fica parado, nem permite que se pare. Amor é energia.

Amores virtuais podem surgir em épocas de vazios. Em períodos mais duros, a internet é sopro de vida. Um ar de leveza quando o real é insuportável. Depressões, solidões, desejos não atendidos, a telinha nos dá alento.

Mas quando a vida desengarrafa e volta a andar, a coisa pode mudar de figura. Novas atividades, outras pessoas surgem, a vida ganha lindo colorido. Quando o real é bom, o virtual pode perder um pouco a graça.

A vida do moço melhorou. Seu mundo cresceu. Ele deve estar animado. A moça também ficou animada por ele. Mas, tristemente, percebe que já não é mais tão importante. O moço se afastou

Pode ser muito trabalho, correria, cansaço? Pode. Será que não gosta mais? Achou outra? Pode ser. Ou até não ser bem assim. De longe, como saber, né? As fantasias vão longe, mas pode ser só fantasia.

Pelo sim, pelo não, não dê mole. Não brigue, não cobre, nem resmungue. De jeito nenhum! Sim, isso é uma ordem.

Se afaste um pouco. Respire outros ares. Saia, se divirta. Permita que ele sinta sua falta. Se sentir, vai aparecer.

Se não sentir, volte ao real. Dê uma chance aos que passam perto. Aos amores de carne e osso. Podem não ser maravilhosos, de perto ninguém é. Só de longe a gente é perfeito.

De perto todos os gatos são pardos. Mas podem dar um bom caldo. É só dar uma chance. Arrisque,

Resultado de imagem para lindas mensagens de bom dia gifs