aureof3851

 
Registro: 22/07/2015
Não há ninguém mais fácil de enganar do que um homem honesto; muito crê quem nunca mente, e confia muito quem nunca engana ."
Pontos163Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 37
Último jogo
Dominó

Dominó

Dominó
35 dias h

(Parte 4) Não Ameis o Mundo - O Orgulho da Vida.

17/05/2018       

O apego que o homem rebelde tem a este mundo é baseado no orgulho e na mentira. Todo o ser humano sabe que não é nada em si mesmo, mas se comporta como se fosse um ser de suma importância. O orgulho da vida é uma doença que aflige absolutamente a todos nós, do mais rico ao mais pobre. Conforme já disse em um outro texto: "O indivíduo na igreja pode ter apenas um carro bem velho, mas se orgulha porque o irmão da direita só tem uma bicicleta. O da bicicleta, por sua vez, se orgulha porque o da frente tem que ir à igreja a pé. Assim somos todos nós. Nos orgulhamos de tudo: da voz, dos dentes, dos olhos, do cabelo, da estatura, dos filhos, do talento, do diploma, do título… como se o que temos veio do nosso próprio esforço. Não existe lugar para Deus no coração orgulhoso: este é o problema".


Extraíde de :

4º estudo da série: Não Ameis o Mundo - O Orgulho da Vida"     

De: "Dr. Markus DaSilva" <artigos@br.markusdasilva.org>

Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: {João16:8}

04/05/2018       

Quando um ser humano aceita o plano de salvação oferecido por Deus, ou seja, quando alguém aceita a Jesus como o seu Salvador, ele está de fato escolhendo a única forma de se libertar das trevas em que se encontra e poder assim estar de novo em comunhão com a luz tal qual Adão e Eva estavam antes da queda (Jo 8:12). No ato do indivíduo aceitar a Cristo ele é revertido com o poder do Espírito Santo para que agora tenha a capacidade de recusar as trevas e viver na luz. É importante entender o que eu acabei de dizer. O Espírito Santo não força o homem a escolher a luz, mas sim expõe o pecador à luz: “E quando ele [O Espírito Santo] vier, exporá [grego: ἐλέγχω (elencō) mostrar o erro, alertar quanto ao erro] o mundo do seus pecados, da retidão e do juízo [grego: κρίσις (krisis) decisão judicial de liberdade ou punição, dependendo da escolha do pecador]” (Jo 16:8). Sem o Espírito Santo, nenhum ser humano consegue se libertar das trevas, aliás, ele nem tem esse desejo pois nunca viu a luz e está totalmente ambientado e conformado com a sua circunstância. O Espírito Santo convence a ele da sua situação e só então este indivíduo, vendo a luz, decide se quer ou não permanecer nas trevas: “Eu vim como luz para o mundo, a fim de que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas” (Jo 12:46).

Todos nós sabemos de criaturas marítimas que vivem no fundo do oceano em completa escuridão. Estes peixes, e outras criaturas do mar, nunca viram nenhuma luz, não demonstram qualquer interesse em subir mais para a superfície onde poderão ter um pouco de claridade. Aliás, segundo entendo, eles fogem quando uma luz se aproxima pois é algo completamente estranho e ofensivo para eles. Assim é com todo aquele que rejeitou a luz e pertence a este mundo. Quando nos aproximamos dessas pessoas com a mensagem da salvação, elas correm e muitas vezes se sentem ofendidas e agem com agressividade com o mensageiro. O que quero dizer com tudo isso é que aqueles que vivem na luz pertencem à luz, mas aqueles que vivem nas trevas pertencem às trevas: “Que comunhão tem a luz com as trevas?” (2Co 6:14). Nenhuma comunhão.

Quando alguém diz que é um servo de Deus, mas, ao mesmo tempo, participa das coisas que pertencem às trevas então ele está enganando a si mesmo, pois as trevas e a luz não se relacionam. Foi isso o que João nos escreveu: “Se dissermos que temos comunhão com ele [Deus], e andarmos nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade” (1Jo 1:6).

“Não praticamos a verdade”, ou seja, sabemos o que deve ser feito e entendemos o que está em jogo, mas a verdade existe apenas a nível do intelecto e não resulta em um abandono daquilo que pertence às trevas, portanto a nossa afirmação de que somos servos de Deus é uma mentira.

Extraído de..:  Estudo Bíblico Completo Sobre A Oração – Série: 12 Verdades Que Precisamos Saber Sobre A Oração - {Semeadores da Palavra - Estudos Bíblicos - markusdasilva.org}https://youtu.be/oXwVjJ5XjQU

O MUNDO QUE CRIAMOS.

01/05/2018       

Por que perdermos tempo com provocações vindas daqueles irmãos, muitas vezes carregados de problemas e mazelas por eles criados?  Não devemos jamais nos sentirmos ofendidos ou magoados, pois estes irmãos encontram-se em nosso caminho tão somente para auxiliar-nos no desenvolvimento de nossas virtudes, quais sejam: a paciência, a tolerância, o amor e a caridade. Aquele que só pronuncia palavras de amargura e maldade já sofre muito, pois se trata de um doente, o qual sofre sérias perturbações de ordem emocional e imensurável desequíbrio, e, que ainda, não tem olhos para ver as coisas boas que temos nesse mundo em que vivemos. Não sabem ainda, que somos todos irmãos e filhos de um mesmo Criador.  Eles constroem seu mundo particular, onde só há lugar para os sentimentos negativos como orgulho, egoísmo, ciúme, inveja, vaidade, e com isso vão se corroendo dia a dia, perdendo maravilhosas oportunidades de serem úteis, de auxiliar alguém, seja com palavr as de conforto, seja com um sorriso, seja com um olhar doce e sereno. Não sabem esses irmãos, que tornariam seus dias mais leves e felizes, se deixassem de pensar o negativo, e procurassem a prática do bem. Esses irmãos ainda não descobriram que o verdadeiro prazer da vida está em proporcionar conforto e alegria aos outros, pois quando assim agimos, os primeiros a usufruir dessas boas energias somos nós mesmos. Aproveitemos as oportunidades que nos são dadas em todos os instantes, procurando sempre ajudar o próximo, como gostaríamos que fizessem por nós, perdoando, sendo pacientes e tolerantes, aguardando o momento em que o solo estará pronto para receber a semente do amor.  Procuremos ver em cada dificuldade uma oportunidade de aprendizado e desenvolvimento de nossa inteligência e moralidade. Sigamos em frente com a certeza de que vivemos no mundo que criamos para nós. Criemos coisas ruins e tudo será sombra; criemos coisas boas e tudo ao nosso redor será luz. Lembremo-nos de que a escolha é nossa: o inferno ou o céu dentro de nós.

https://youtu.be/PYdqk59chgQ


Contra a Mediocrização do Ato de Pecar

28/04/2018       

Quero abordar um tema muito pouco colocado em pauta em nosso mundo evangélico/gospel de hoje em dia. Sim, falamos do pecado neste post. Claro que precisamos falar de Jesus, o Cristo, Senhor e Salvador nosso, que pagou por nós alto preço por nossos pecados, contudo hoje o pecado tem se tornado algo tão medíocre e banalizado, que tem se tomado liberdades que não se pode ter, como a de pecar.

Pelo fato de estarem se cercando com teorias vãs e obscuras, podem dizer que Jesus acabou com nossos pecados e que podemos viver uma vida de “Liberdade”, ou seja, “busque não pecar, mas se pecar, não se preocupe, Jesus te perdoa… , pois afinal, somos livres do pecado”. O que muitos esquecem é que pelo fato de termos sido livres, assim como Paulo nos afirma em Romanos 6, temos agora liberdade de nos oferecer como servos a quem escolhermos. Seremos servos de Cristo ou do Pecado?

Precisamos realmente levar em consideração o ato de pecar, tanto em nossa vida pessoal como na daqueles que nos cercam. Temos uma responsabilidade uns pelos outros, que por vezes, em nome da “Fraternidade”, esquecemos que precisamos ter uma posição firme e amorosa, que visa um fim proveitoso, o abandono do ato de pecar.

Honrar a Cristo em nosso corpo, em nossas atitudes, escolhas mais profundas, desejos, planos, metas, decisões, ações, reações, interesses, tudo com o foco de agradar a Deus, buscar conhecer profundamente Seus interesses e Sua santa vontade para nós, que é boa, perfeita e agradável.

Se realmente amamos nossos irmãos, digamos não ao pecado, digamos que não agrada a Deus o ato de pecar, ofereçamos Palavras que condenem o pecado. Hoje tem se levantado uma bandeira mundial chamada de “Igualdade”. Somos todos irmãos, todos cremos no mesmo Deus, no mesmo Jesus, lemos o mesmo livro, temos um mesmo formato de congregação, tudo parece muito semelhante, mas irmãos, não é igual.

Em 1 Tessalonicenses 4:9, Paulo nos mostra claramente uma instrução que vem de Deus, como devemos amar uns aos outros, e se estamos Nele e Ele em nós, certamente recebemos esta instrução. Aquele que é sábio corrige e busca a correção, um caminho de sabedoria é um caminho de constante arrependimento, correção e substituição de nossa vida pela de Jesus.

Sejamos humildes quando notarmos que uma posição nossa está errada, e quando pela Palavra sermos convencidos do erro. Mas também não nos deixemos levar pela “onda da liberalidade”, por versículos fora de contexto. Sejamos estudiosos da Palavra, julgadores das profecias, daquilo que é pregado, não de pessoas individualmente, pois um só é o Juiz.

Aquele que vigia será encontrado fiel na vinda do Seu Senhor, não durmamos, não sejamos levados por nenhum vento, a não ser o do Espírito Santo. Que Ele governe nosso viver e tudo façamos para Jesus. Não deixemos que a mistura de Humanismo e Evangelho venha a nos corromper, e seja quem for e onde quer que estejamos, que nossa prudência mediante a Santidade de Deus e nosso Temor para com Ele, não sejam apagados em nome da “Liberdade, Fraternidade e Igualdade” ensinos notadamente humanistas durante os séculos.

Em Jesus meditemos e por Ele vivamos.

Em Tempos de Tribulação

28/04/2018       

Jesus nos questiona em Mateus 16:3 “…Sabeis, na verdade, discernir o aspecto do céu e não podeis discernir os sinais dos tempos?”, é indiscutível, por todos os sinais que temos vivenciado, a eminente vinda de nosso Senhor Jesus, já estamos vendo os céus se preparando para a chuva.

Contudo, como podemos viver em um tempo no qual a indiferença pela vinda de Jesus parece aumentar dia após dia? Notamos elevadamente o mundo fascinando nossos irmãos, ao invés de nossa vida de separação fascinar aqueles que estão no mundo, bem como nossos irmãos. O entretenimento e respostas modernas para o evangelho tem realmente encontrado sua parte no mundo evangélico.

Jesus nunca precisou usar de nenhuma forma alternativa, nem mesmo os apóstolos e discípulos, apenas o Evangelho puro e simples, a verdade que transformou todas as eras e gerações dos povos desta terra. Somente em Jesus é que somos ressurretos e tirados do mundo. Nunca poderemos fazer deste mundo um lugar melhor, ele já está morto, como vemos em 1 João 5:19. Nossa pátria é o Céu, é para lá que deve estar nossa força.

Os tempos finais são tempos de postura firme e decisões convictas, é tempo de viver pela fé. Não que antes também não o fosse, mas certamente estes são tempos de evidente separação, de queda de máscaras, de toda hipocrisia e disfarce se tornarem difíceis de serem mantidos. Tempo no qual o santo continuará a santificar-se, mais e mais, e enganos se tornam mais claros perante a Verdade.

Estamos vendo com nossos próprios olhos o começo de tempos muito difíceis para aqueles que buscam viver pela fé em Jesus, e não por aquilo que o mundo está oferecendo dentro das congregações. Em Mateus 24:9, Jesus nos adverte que seremos odiados, perseguidos e até mesmo mortos por causa Dele.

Sejamos vigilantes irmãos, tomados por temor e tremor, respeito e devoção ao nosso Senhor Jesus, que Ele seja entronizado em nosso meio, seja engrandecido em Seu governo sobre nós e que vivamos com os olhos abertos para vermos e ouvidos atentos para ouvirmos, o Senhor nos guiará nos tempos de tribulação que enfrentaremos, e já enfrentamos, por termos posição firme em Sua Palavra.

Não há mais tempo para perdemos cuidando de nossa vida individualmente, de fazermos planos de carreira e sucesso, de buscarmos grandezas e riquezas deste mundo, poder e autoridade. É tempo de nos ajudarmos mutuamente, de realmente nos importarmos por nossos irmãos, de oferecermos nossa vida sacrificialmente, a fim de que outros recebam. De alargar as tendas de nossos corações como o profeta nos adverte em Isaías 54:2.

Busquemos nos aproximar daqueles que tem se santificado e amado a Jesus verdadeiramente e sofrido por Ele. Que não hajam barreiras sociais, econômicas, culturais, opções e gostos pessoais. Que não escolhemos nossas amizades por mera semelhança pessoal, mas sim por semelhança espiritual, de fé, de amor e de esperança em nossos Senhor Jesus. Que sejamos um, assim como Jesus e o Pai são um.

Nos dias que virão, dias os quais muitos irmãos ao redor do mundo já vivem, serão dias difíceis, e seremos, e já somos, perseguidos até mesmo por aqueles que se professam cristãos, o que é mais doloroso ainda. Mas não desanimemos, não desistamos, prossigamos sem vacilar no caminho que o Senhor nos propôs e passaremos por tudo firmados na rocha inabalável e Ele mesmo nos conduzirá por toda eternidade.

1 Pedro 5:10 “Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar.”

Em Jesus meditemos e por Ele vivamos.

BEM SEI QUE...

15/04/2018       

Bem sei que não consigo entender nesse momento todos os propósitos que tens para mim, e o porque de minhas esperanças estarem enfraquecendo... Sei que no  momento oportuno tudo ficará claro! Mas esta muito difícil, e não sei quantas forças ainda me sobrou, por isso preciso tanto de sua proteção, de seu auxilio; Envie anjos para ficarem do meu lado agora,  para que afastem pensamentos ruins de mim e ou das pessoas que estiverem mal do meu lado. Cuida das pessoas que eu amo,  da mesma forma que cuidas de mim, renova minhas energias, perdoa-me por todos os pensamentos ruins que não consegui afastar no momento da dor. Encha-me com o seu amor...

Esse é o meu pedido, em o nome do Seu  Filho JESUS que já sofreu na cruz por mim na Cruz!


VOCÊ ESTA GRITANDO MUITO!

24/03/2018       


 Por Que As Pessoas Gritam?

Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos:

- Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?

- Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles.

- Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado? – Questionou novamente o pensador.

- Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.

E o mestre volta a perguntar:

- Então não é possível falar-lhe em voz baixa?

Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador. Então ele esclareceu:

- Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecida? O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito.

Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente.

Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância.

Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas?

Elas não gritam. Falam suavemente.

E por quê?

Porque seus corações estão muito perto.

A distância entre elas é pequena.

Às vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram.

E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta.

Seus corações se entendem.

É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.

Por fim, o pensador conclui, dizendo:


“Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta”

Mahatma Gandhi

A VAQUINHA.

24/03/2018       


 Um mestre da sabedoria passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita... Durante o percurso ele falou ao aprendiz sobre a importância das visitas e as oportunidades de aprendizado que temos, também com as pessoas que mal conhecemos.

Chegando ao sitio, constatou a pobreza do lugar: sem calçamento, casa de madeira, os moradores, um casal e três filhos, vestidos com roupas rasgadas e sujas... Então se aproximou do senhor, aparentemente o pai daquela família, e perguntou: "Neste lugar não há sinais de pontos de comércio e de trabalho. Como o senhor e a sua família sobrevivem aqui?" E o senhor calmamente respondeu: "Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros alimentícios e a outra parte nós produzimos queijo e coalhada para o nosso consumo e assim vamos sobrevivendo."

O sábio agradeceu pela informação, contemplou o lugar por uns momentos, depois se despediu e foi embora. No meio do caminho, voltou ao seu fiel discípulo e ordenou: "Aprendiz, pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali à frente e empurre-a, jogue-a lá embaixo." O jovem arregalou o olho espantado e questionou o mestre sobre o fato de a vaquinha ser o único meio de sobrevivência daquela família, mas, como percebeu o silêncio absoluto do seu mestre, foi cumprir a ordem. Assim, empurrou a vaquinha morro abaixo e a viu morrer.

Aquela cena ficou marcada na memória daquele jovem durante alguns anos, até que, um belo dia, ele resolveu largar tudo o que havia aprendido e voltar àquele mesmo lugar e contar tudo àquela família, pedir perdão e ajudá-los. E assim o fez. Quando se aproximava do local, avistou um sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado, com carro na garagem e algumas crianças brincando no jardim. Ficou triste e desesperado, imaginando que aquela humilde família tivera que vender o sítio para sobreviver. Apertou o passo e, chegando lá, foi logo recebido por um caseiro muito simpático e perguntou sobre a família que ali morava há uns quatro anos. O caseiro respondeu: "Continuam morando aqui." Espantado, o discípulo entrou correndo na casa e viu que era mesmo a família que visitara antes com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao senhor (o dono da vaquinha): "Como o senhor melhorou este sítio e está tão bem de vida?" E o senhor, entusiasmado, respondeu: "Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Daí em diante nós tivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que podíamos, assim alcançamos o sucesso que seus olhos deslumbram agora!"

 MORAL DA HISTÓRIA:

Cada pessoa é dotada de capacidades e habilidades, porém elas não serão desenvolvidas e reconhecidas, se não as praticarmos. Se cremos que somos incapazes, que não temos habilidades para superar, capacidade para transpor as dificuldades, isso nos controlará e nunca nos descobriremos.

qual o seu milagre esperado??

12/03/2018       


milagres.jpg

“Faz que a mulher estéril viva em família e seja alegre mãe de filhos. Aleluia!” Salmos 113:9

 Este texto pode tratar de um assunto específico, que é a esterilidade de uma mulher, mas serve para todos nós – homens, mulheres, crianças, adultos e idosos, pois ele fala de sonhos.

Que filho você deseja ter e ainda não conseguiu gerar? Você tem vivido triste, desanimado, frustrado por não tê-lo visto ainda com os seus olhos naturais?
Deus sempre contempla os desejos do nosso coração e é fiel às suas promessas, mas a realização dos nossos sonhos começa, em primeiro lugar, no nosso coração.
Talvez, gerar um filho não seja problema para você. Talvez, o problema para você seja criar os seus filhos nos caminhos de Deus. Pode ser que o desafio para você seja se formar na faculdade e ter a profissão que sempre quis. Você também pode ser um chefe de família que sonha em dar mais conforto e melhores condições financeiras para os da sua casa.
A realidade é que não importa qual milagre você espera. Não existe um mais difícil do que o outro. O que importa é que Deus olha para você individualmente e entende o teu desejo e a tua necessidade. Ele olha para você como se estivesse sozinho com você neste mundo todo, te ouve e te compreende.
 Deus faz da estéril mãe de filhos, faz com que o solitário habite em família; transforma o futuro dos teus filhos, dá o sustento e a abundância financeira para a tua família viver com qualidade, enfim, Deus continua sendo aquele que realiza milagres grandiosos. Ele só precisa de um coração que creia e que não desista.
Gere o seu filho em oração, confie e espere, você vai viver o milagre!
Tenha um excelente dia!

Por: Michelle Coutinho
BLOG PALAVRA DO DIA
Se você precisa de oração escreva para nós!
E-mail:oracaopalavradodia@gmail.com ou 
(11) 96024-5615 Whats App
https://youtu.be/44mLtc_T3Mk

VEJA COMO ELE É BOM!

07/03/2018       

“Provai e vede como o SENHOR é bom. Como é feliz o homem que nele se abriga!” Salmos 34:8

A cada dia que se passa, o nosso dia fica mais corrido. Parar as vezes parece perca de tempo, ou até mesmo nem conseguimos fazer isso, pois estamos tão dominados pela modernidade que descansar, parar, refletir é cada vez mais difícil. Não estou dizendo o descansar como: Não fazer nada, viajar, fugir dos problemas e SIM descansar a mente e o coração no Senhor Jesus, poder descansar em seus braços.

Para todo lado que olhamos vemos praticamente TODOS passando por algum tipo de tribulação, seja sentimental, financeira, familiar, saúde etc. Deus pode agir em qualquer situação, pois Ele é o nosso consolador, advogado, provedor, medico, Ele é tudo o que precisamos!

Este versículo nos convida: “Provai e vede que o Senhor é bom!”. Vamos provar e ver que se descansarmos no Senhor, será muito bom! Porque aquele que se abriga nEle é muito feliz!

Vamos nos exortar a confiar em Deus, do mesmo jeito que o Salmista fez dizendo: “Por que estás abatida, oh minha alma? Por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei.” (Salmos 43:5)

Muitas vezes ficamos esperando as pessoas dizer a nós para prosseguirmos, mas chegou o tempo de dizermos a nós mesmos: “Não vou ficar assim, vou esperar em Deus!”
Vamos orar?

Em ti busquei refúgio, ó SENHOR; não permitas que eu jamais seja frustrado. Por tua justiça, abriga-me. (Salmos 31:1) E minha alma se regozijará no Senhor e se deleitará na sua salvação. (Salmos 35:9).


Tenha um excelente dia!Por: Michelle Coutinho
BLOG PALAVRA DO DI
n42.gif?v=122 n38.gif?v=122 n42.gif?v=122 n36.gif?v=122 n42.gif?v=122 https://youtu.be/wSKKEAnLTDw

Páginas: 20