dulcor

 
Registro: 30/09/2007
Pontos155Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 45
Último jogo

Plantão do cotidiano

29/03/2020       

Blog do GD

O blog do Game Desire deu uma respirada, e certamente isso se deve à quarentena aplicada no país devido a pandemia do coronavírus.

Como era de se esperar, a maioria das notas estão relacionadas à pandemia, o que acho importantíssimo porque sempre agrega informações.

Ao mesmo tempo, tem sempre umas notas que quebram um pouco o assunto, nas quais também vejo importância para não tornar a pandemia um assunto cansativo.

Pró quarentena X Contra quarentena teve destaque nas postagens.

Eu estaria a favor de abrir exceções com relação à quarentena. Isso não tem nada a ver com o giro da economia e bla bla bla, e sim com o desespero de alguns pais de famílias de favelas, comunidades e periferias que choram por começar a faltar suprimentos de necessidade básica em seus lares. Logo, eles preferem arriscar.

Mas eu disse “Eu estaria a favor”. Isso porque, em contrapartida, trabalho na área de saúde e vejo que a situação é braba. Eu mesmo acho que é questão de tempo para eu contrair o maldito vírus.

Enfim, hoje não tenho a opinião estabelecida. Quando se trata de uma discussão que envolve vida e morte, sobretudo quando a decisão de um pode trazer consequências para muitos, é natural que a discussão seja, no mínimo, ferrenha.

Inferno na Europa

Como se não bastasse a Itália quebrar o próprio recorde a cada dia por mortes causadas pelo COVID-19, agora é a vez da Espanha, que hoje conta 838 mortos, acima da contagem de ontem, que registrava 832. Ao todo, 6.528 óbitos causados pelo novo coronavírus até este momento, segundo o portal UOL.

Eu definitivamente não consigo entender como o coronavírus age implacavelmente nesses países geograficamente menores que a China (país onde surgiu os primeiros casos  de contaminação pelo vírus), tendo em vista que seria natural eles se prepararem quando percebeu o avanço da doença no país asiático, levando em conta que também são países significativamente menos populosos que a China.

Se prepara Brasil

Esse aviso parte de quem está vendo a situação de perto.

Se esse vírus entrar com força nas favelas e comunidades, a situação de vítimas fatais no Brasil vai encarar o seu ápice, com tudo para bater quaisquer recordes, inclusive mundial.

Nas favelas as pessoas vivem amontoadas. Lá tem-se vizinhos para a esquerda, direita, acima e abaixo, sem uma divisa significativa para conter o vírus, o que faria ele se espalhar numa velocidade espantosa.

A contar que o saneamento básico das favelas e comunidades é precário, sobretudo nessa época do ano. A dengue, zica e chikungunya podem surgir como coadjuvantes e enrolar a “porra” toda.

É hora de parar com a politicagem e assumir medidas que possam atender a demanda de uma população resultante de um crescimento demográfico desordenado que eu venho alertando há muito tempo.

 

FSdN

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=qbAkTudQwo0