saracarolinas

 
Registro: 09/04/2017
Não deixe o ruído das opiniões dos outros abafar a sua própria voz interior.
Pontos95Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 105
Último jogo

...O PODER DA ARROGÂNCIA...

21/09/2019       
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, carro, árvore, céu, atividades ao ar livre e natureza

Um policial federal vai a uma fazenda e diz ao dono, um velho fazendeiro:
- “Preciso inspecionar sua fazenda. Há uma denúncia de plantação ilegal de maconha.”

O fazendeiro diz:
- “Ok, mas não vá naquele campo ali.”

E aponta para uma determinada área.

O oficial P... da vida diz indignado:
- “O senhor sabe que tenho o poder do governo federal comigo?”

E tira do bolso um crachá mostrando ao fazendeiro:
- “Este crachá me dá a autoridade de ir onde quero.... e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta. Está claro? Me fiz entender?”

O fazendeiro todo educado pede desculpas e volta para o que estava fazendo.

Poucos minutos depois o fazendeiro ouve uma gritaria e vê o oficial do governo federal correndo para salvar sua própria vida perseguido pelo Santa Gertrudes, o maior touro da fazenda.

O fazendeiro larga suas ferramentas, corre para a cerca e grita:

- ????"O Crachá, mostra o CRACHÁ!

............Aprendi................

19/09/2019       
Aprendi que nem tudo são flores, nem todos os dias têm sol. Mas não há tristeza que não passe, nem felicidade que dure para sempre. Os dias nublados vão vir, as flores vão murchar, mas depois a primavera certamente vai chegar! Um dia eu descobri que a vida vale a pena ser vivida e aproveitada ao máximo, independente das circunstâncias. Sempre haverá um novo dia, uma nova chance, um novo amor, uma nova oportunidade… Mas a vida, essa é única!

O verdadeiro amor é aquele que se inicia na alma, longe do intelecto, longe da razão, não busca uma imagem ou uma cor, quer apenas vibrar intensamente, como se fosse apenas um, em perfeita sintonia. Quando você sentir essa experiência única, não deixe sua mente interferir, apenas aja instintivamente, e viva a sua história de amor, aquela que não será reproduzida em filmes nem em livros, mas ficará gravada eternamente em sua alma.

Dedico essa imagem ..................

18/09/2019       
A imagem pode conter: 5 pessoas, atividades ao ar livre

Dedico  essa imagem a todos os juizes  ministros  e funcionários públicos que recebem auxilio- moradia sem nenhuma necessidade.

Viva um dia por vez..............

29/08/2019       
Cada dia de vida na Terra para nós é uma vitória. Agora precisamos avaliar como estamos vivendo, o que temos feito de bom, o que precisamos mudar em nós para nos tornarmos pessoas melhores. Afinal, não é outra a razão da nossa estadia neste planeta que nos acolhe. Aqui é a grande escola da vida, onde aprenderemos pelo amor ou pela dor. Viver implica em fazer planos para o futuro, pois temos metas a cumprir tanto no plano espiritual quanto no material. O que não podemos fazer é querer viver antecipadamente o dia de amanhã. Não podemos principalmente sofrer por coisas e situações que nem sabemos se ocorrerão. Temos que aprender a viver um dia por vez, e da melhor maneira possível, aproveitando cada oportunidade, como se cada dia fosse o último de nossa existência na Terra. Devemos procurar sim pensar no futuro e trabalhar para que ele seja melhor, mas sem desespero. Tudo ocorre no tempo certo. Tudo evolui de forma gradativa, e agora é o momento de começarmos a mudar aquilo que está errado em nós. Hoje é o dia de começarmos a viver com amor no coração, de sermos pacientes e tolerantes, de aprendermos a viver com solidariedade e fraternidade. Hoje é o dia de colocarmos o bem em prática fazendo a caridade. Cada dia na Terra é o momento de nos renovarmos, de aprendermos a amar o nosso próximo, como Jesus nos ama. Viva um dia por vez, buscando aprender, crescer e evoluir.


Resultado de imagem para umaimagem de criança bem linda

Erro de interpretação.....

27/08/2019       

Um bolsominion se submeteu a exame de laboratório para saber se havia contraído AIDS. Poucos dias depois, recebe telefonema de um amigo — também bolsominion — que trabalhava como recém contratado no local em que o teste fora feito.
— Cara, tô vendo aqui teu resultado!
— O quê? Diz logo aí, antes que eu morra! Continua, após o anúncio.

Meio dia a festa começou. Cerveja, galera bolsominian toda de verde e amarelo e o hino nacional a toda altura.

Lá pelo final da tarde, o telefone toca. Era do laboratório. Uma psicóloga diz a verdade e explica o que é soropositivo ao bolsominion. Lembram das duas sílabas antes?

O jovem não resiste ao choque e cai abruptamente. Na queda, bate com força a cabeça no chão e morre. O crânio abriu, e dele saíram alguns miolos em forma de baratas e outros insetos.

Seu colegas passaram um bom tempo sem entender o ocorrido. E muitos ainda creem que a bebida do rapaz foi envenenada por esquerdistas.


...Todos estaõ ficando cegos.............

26/08/2019       
Todos estão ficando cegos

Um Brasil diferente. É isso que todos desejam. Opinam, discutem, brigam, gritam, compartilham informações na “era da reprodutividade técnica”. Estamos “vivendo em um país sedento, um momento de embriaguez”. E nos intervalos de sobriedades, há uma realidade que precisa ser discutida. Uma realidade social dura, escancarada aos olhos de todos e uma realidade política que não mais se sustenta.

O legislativo parece ter perdido o sentido da norma. Políticos esquecem o fim social e pacificador da legislação e passam a coordenar suas ações sempre agindo contra a oposição. Eleitores apoiam suas escolhas no lado puramente partidário, como se os partidos e as pessoas que os compõem fossem mais importantes do que o próprio tema que está sendo votado ou discutido.  Com isso, chega-se a um resultado que não agrada nem a pobres, nem a ricos e, tão menos, aos miseráveis.


Não nos tornamos gigantes, como já foi ventilado pela grande mídia. Sequer suportamos o peso de nossas ideias diante do imenso bombardeio de mensagens mascaradas de bondade. Grandes são os que olham para todos os lados, não apenas para uma direção.

A verdade é que nos sentimos pequenos perante tamanhas arbitrariedades. Mas, o que precisamos mesmo é tirar os joelhos do chão e, de pé, começar a dar saltos mais altos. E, às vezes, é preciso muita iniquidade para que isso ocorra, para que as mentes sejam inquietadas.


A história nos mostra que quando somos empurrados para trás da forma mais brusca ganhamos impulso para começar caminhar com mais força e tenacidade. Foi preciso que a ditadura militar atingisse o seu mais alto grau de estupidez para que todos contra ela se rebelassem.

E tem sido assim. Quando o CONAMP tentou suprimir da Defensoria Pública o direito ao manejo de ações coletivas, ela se fortaleceu. Todos passaram também a vestir o verde. O STF ficou verde, o Senado ficou verde. Até o Cristo Redentor ficou verde, da cor da pátria amada, que é também a bandeira da Defensoria Pública. Não só a luta da defensoria fortaleceu, como também fortaleceu aos necessitados que terão cada vez mais seus corações invadidos pelo verde da esperança em um mundo mais próximo da justiça.


Cada vez que tentam impor o cinza, as cores aparecem como resposta. Cada vez que as pedras são atiradas, mais preconceitos são tirados do caminho. Quem imaginou um dia um padre e um pastor unidos em um ato de amor lavando os pés de uma transexual? Quem imaginou evangélicos da Tradicional Igreja Batista levantando a bandeira Deus Cura a Homofobia? Quem imaginou um Papa levantar a bandeira colorida? As cores invadirem as redes sociais? As cores  do respeito à diversidade. As cores que mudam a vida.

Enquanto a vida imita o vídeo, a lucidez quer ter seu lugar. Por isso, mais do que nunca, a atitude é uma necessidade e todo o descaso do Estado e da própria sociedade com os adolescentes e adultos crescem em um mundo que a eles nada oferece, todo esse desejo forçado de colocar na prisão quem já está preso pela desigualdade, fará uma virada na história. Quem vier viver, “verá”. É só querer “enxergar”.


Despreza-se a moral, a família, os costumes, a consciência, a mídia, a religião e todos meios de vigilância que exercem mais influência no indivíduo do que o próprio sistema penal. Assim, fica facilmente camuflado o papel da mídia, principalmente na construção da realidade social e no processo de escolha dos inimigos da sociedade.

A produção do lema “país da impunidade”, onde temos um dos mais altos índices de encarceramento do mundo, nos faz esquecer que cultivamos o direito penal mínimo para quem detém o poder e o direito penal máximo para quem está afastado dele. E essa estrutura é observada desde o processo de fabricação de leis até o processo de aplicação e execução da sanção. E assim seguem de mãos dadas a ignorância, a manipulação e a desigualdade.


E o medo cega e segue dominando nações. Essa foi a temática de Mia Couto em uma conferência sobre segurança pública, citando o poeta Eduardo Galeno, enfatizou: os que trabalham têm medo de perder o trabalho. Os que não trabalham têm medo de nunca encontrar trabalho. Quem não tem medo da fome, tem medo da comida. Os motoristas têm medo de caminhar e os pedestres têm medo de ser atropelados. Os civis têm medo dos militares, os militares têm medo da falta de armas, as armas têm medo da falta de guerras… E completou  o escritor moçambicano: há quem tenha medo que o medo acabe.

Nesse momento, em que o medo reduz o homem à essência humana, quando o egoísmo mostra a sua pior face, vem a pergunta de Agostinho Ramalho Marques Neto para inquietar nossos corações: quem nos salvará da bondade dos bons? Quem, na democracia, nos salvará do medo da maioria? Quem nos salvará daqueles se dizem compadecidos com a situação dos adolescentes renegados e mesmo assim confessam conscientemente que desejam mandá-los pra prisão? Daqueles que afirmam preliminarmente não serem racistas mas são contra cotas para negros? Dos que se dizem não homofóbicos mas são contra casamento homoafetivo?  Dos que criam o cenário para que os que se dizem reis rasguem as leis? Dos que operam as leis e rasgam a justiça?


Vejo uma luz na esperança de que as crianças, adolescentes e todos os adultos que estão nessa berlinda, possam a ter consciência de que também do outro lado existe alguém que enxerga um mundo através deles. Todos lutando para que ninguém venha a limitá-las como a música diz no refrão: “somos quem podemos ser/sonhos que podemos ter”


“Onde houver ódio, que eu leve o amor.” O mundo necessita de equilíbrio energético e de corações leves.

23/08/2019       
Onde houver ódio, que eu leve o amor

Senhor, quero atuar em Vosso serviço, neste planeta, para que os humanos possam vivenciar a Sua paz. Quero me tornar o seu anjo na Terra e guerreiro combatente do mal que tenta destruir a Sua Santa paz e a Sua amada criação.

“Onde houver ódio, que eu leve o amor.”

Senhor, nos ambientes ou situações nos quais os humanos estiverem em conflito, com a Sua Santa palavra, tentarei convencê-los de que o amor deverá superar quaisquer desavenças.

“Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.”

Mostre a outra face e usufrua do dom do perdoar. Perdoe o máximo que puder, além de 70 x 7. Também busque o perdão. Este mundo necessita de equilíbrio energético e de corações leves, em paz, sem nada dever e sem nada estar trancafiado como mágoa. Perdoar e ser perdoado oferecem poder rejuvenescedor; é antídoto de combate de várias doenças e, ainda, meio eficaz para se evitar outras tantas, bem como, principalmente, purificar a alma. Perdoar e ser perdoador é ter a plena sensação real de leveza.

“Onde houver discórdia, que eu leve a união.”

Os humanos não estão imunes aos conflitos, assim, eles deverão se manter íntimos de Deus, de forma que, mesmo diante de relevantes desentendimentos, incluindo os de origem familiar (instituição imortal criada por Deus), possa ser mantida e potencializada a união. Que os desentendimentos possam revigorar a união familiar e que não sirvam eles, jamais, para desfazer laços que deveriam ser incorruptíveis.

Onde houver a dúvida, que eu leve a fé.”

Possuir a fé e não ter dúvida sobre algo ou alguém; é acreditar, firmemente, que a almejada conquista será alcançada. A ausência de dúvidas, que leva à verdadeira prática da fé, poderá mover montanhas. Não tenha dúvidas, caminhe, persista e atinja sabiamente o seu alvo, sempre de forma benéfica.

Onde houver erro, que eu leve a verdade.”

A verdade deverá, sempre, imperar, por mais que doa. As pessoas não poderão ser mantidas em erro, até porque um erro leva ao outro e, assim, sucessivamente.

Onde houver desespero, que eu leve a esperança.”

Por mais desesperado(a) que você possa estar, não perca a fé, pois os “tijolos” desta construirão castelos de esperança. Não se desespere e mantenha-se firme nela. A esperança é o caminho da fé! Andar com esperança é ter certeza de que, através da fé, o objetivo será alcançado da melhor maneira, ainda que alguns obstáculos tenham que ser transpostos.

“Onde houver tristeza que eu leve a alegria.”

A tristeza sempre será um personagem que aparecerá em alguns cenários da sua vida, mas, independentemente desses momentos, procure manter o seu coração alegre ou em paz, pois você foi um dos privilegiados por Deus ao ser escolhido(a) para desfrutar da vida neste fascinante planeta azul.


“Onde houver trevas, que eu leve a luz.”

Seja um mensageiro da luz, da luz Divina, enfim. Quanto maiores forem as trevas, mais evidente se fará o menor foco de luz; foco salvador de quem vive na escuridão, desmotivado e sem sentido de vida. A luz vencerá a escuridão!

“Ó Mestre, fazei que eu procure mais Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna.”

Assim, deveremos ser mais caridosos, do que esperarmos caridade; entender (por vezes, em silêncio) do que tentar ser entendido e, ainda, amar mais (incondicionalmente) do que ser amado.

Viver como São Francisco de Assis é viver mais para o outro, do que para si, assim como o Salvador nos ensinou, para que possamos ter nossas almas mais leves, neste planeta com tantos desafios que poderão causar peso na alma!



Jardim da Vida...................

21/08/2019       

Constantemente, ouço pessoas desejando uma mudança de vida e admirando a grama do vizinho por ser tão verde e bonita. Enquanto elas ficam apoiadas no muro, apreciando o tapete verde do morador ao lado, o seu gramado está doente, mal nutrido, com excesso de umidade e sem podas, tomado por pragas que acabaram com a sua beleza natural.


Isso acontece porque as pessoas estão mais preocupadas em observar o sucesso alheio que correr atrás de sua própria felicidade.


O sucesso é subjetivo. Alguém considera sucesso ter muito dinheiro e viajar pelo mundo hospedado nos hotéis mais luxuosos. Nem que para isso precise sacrificar noites a fio, um convívio familiar, tempo e vida social. Para outros, sucesso pode ser ter uma casinha no campo, com dois filhos, sete cachorros, três gatos, dois passarinhos e uma tartaruga, trabalhar o suficiente para viver, sem luxo, mas com tempo livre para estar próximo daqueles que ama e praticar seus hobbies.


olha para a sua jornada e tem orgulho do caminho que está fazendo, se alegra em enxergar aonde chegou e empolga-se ao imaginar para onde quer ir. Acredito que sucesso tenha a ver com o estado de espírito, com ter sido importante na vida de alguém, ter feito a diferença na vida de outra pessoa, seja dando um bom conselho, fazendo-o rir num momento de angústia, enfim, compartilhando amor e sendo o bem necessário.

Desça do muro, olhe a sua volta e veja o seu gramado. Não acha que perdeu muito tempo apreciando a relva alheia, enquanto o seu jardim estava à espera de seus cuidados?

Passamos a maior parte do tempo nos perguntando por que as coisas não dão certo, por que os planos não saem como o imaginado… Infelizmente, deixamos de cultivar o nosso viridário, permitimos que pensamentos e sentimentos de frustração, infelicidade, medo e inveja tomassem conta dos nossos corações como pragas que acabaram com o gramado.


Se você não está satisfeito com o que vê quando olha pela sua janela, então está na hora de mudar, praticar o desapego, traçar novos caminhos, permitir-se  conhecer novas pessoas, sentir novos cheiros, provar novos sabores, vivenciar novas experiências, plantar sentimentos bons, energias positivas e muito amor.


Às vezes, você dedicará muito tempo e amor a alguma flor, mas nem por isso ela vingará. Pode ser que o solo não seja apropriado, quem sabe aquela flor floresça em outro vergel – tudo bem – haverá outros tipos de flores adequadas para o seu jardim, assim como haverá sempre novas pessoas e oportunidades na sua vida. Paciência, amor, dedicação, fé e boa vontade são os segredos para o cultivo e floreio do jardim da vida!



Vida...........

17/08/2019       
A vida é a continuação de uma existência que é imortal.
Estando nela neste momento, procure viver os momentos que lhe são colocados da melhor forma, sejam eles difíceis ou não, pois sempre você vai tirar de tudo um aprendizado maravilhoso para continuar a sua caminhada.
Pense que a vida é uma benção, e se você tem hoje a oportunidade de viver, agradeça a Deus todos os dias em que você pode abrir os seus olhos, pois ele está dando a você a oportunidade do aprendizado.
Que a prosperidade de dias cheios de objetivos e lutas faça parte de sua vida hoje e sempre.
“O homem não morre quando deixa de viver, mas sim quando deixa de amar”
"Não temos em nossas mãos as soluções para todos os problemas
do mundo, mas diante de todos os problemas do mundo
temos nossas mãos.”

“Quando a vida traz a conta, você paga caro todo o mal que fez ao outro”

16/08/2019       
quando a vida traz

Quando a vida traz a conta, nós somos obrigados a arcar com tudo aquilo que fizemos para as pessoas ao nosso redor, e uma coisa é certa: o preço do egoísmo e da maldade é muito alto.

Quem escolhe viver uma vida de negatividade tem que estar preparado para quando chegar o momento de acertar a conta, porque nenhum desconto vem para aqueles que parecem se esforçar para fazer mal a outras pessoas.

Apesar de cada um ter a sua própria jornada e destino, muitos preferem gastar o seu tempo e energia pensando em maneiras de prejudicar aqueles ao seu redor, ao invés de buscar o seu próprio amadurecimento e felicidade.

Provavelmente você já conheceu alguém assim, porque esses comportamentos são cada vez mais comuns.

Pessoas assim são conhecidas como tóxicas, manipuladoras e egoístas. Elas fazem tudo o que for preciso para alcançar seus objetivos, ainda que para isso precisem complicar muito as vidas daqueles ao seu redor. Não possuem lealdade, confiabilidade e respeito por praticamente ninguém.

Essas pessoas não conhecem o que é a verdadeira amizade, não estão familiarizadas com o poder de transformação do bem. Provavelmente já passaram por momentos extremamente negativos com outras pessoas no passado e não conseguiram se libertar de sua influência, por isso procuram compensar todo o mal que sofreram magoando outras pessoas, ainda que não tenham nada a ver com a situação.

Algumas vezes, fazem isso por falta de autoconhecimento e noção do impacto de suas próprias atitudes.





Páginas: 74