J.Cosmo_

 
Registro: 14/11/2020
...sinto que perdi! Perco por sentir!
Pontos59Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 141
Último jogo

A ignorância que ainda adormece dentro da suposta sabedoria...

12/01/2021       

A forma com que alguns assuntos são abordados, em textos de blogs, reflete o estágio ao qual se encontram tais pessoas que assim o fazem...

Não desmerecendo...

...mas entendendo!

Já que não podemos ainda cobrar de quem nada, ou pouco, adquiriu!

 

Tratemos de um caso específico...

 

Por vezes esta ignorância, ainda inerente, se junta aos predicados do conhecimento, sempre úteis, adquiridos por tal pessoa no seu doce viver...

E a depender da personalidade, se for alguém determinado a tudo querer saber, pelo fato de se sentir anulado, na sua incapacidade de absorver estes ensinamentos, haverá sim uma revolta contra aquilo que, enquanto para muitos de nós obvio é...

...este tal a isto não consegue entender!

 

E vejam...

Para uma pessoa de pouca ou nenhuma formação intelectual, mais ignorante, ao contestar o seu não saber do óbvio, dificilmente envolverá este determinado assunto em mais do que algumas poucas palavras detratoras e, talvez, alguma mais ofensiva...

Agora, um outro elemento, este melhor amparado pelo saber comum ou mais “intelectualoide”, ao não conseguir assimilar este óbvio, certamente se posicionará com sua verve abrangente, ainda que modorrenta, a destilar sua revolta com comparações absurdas, análises superficiais fora de contexto, preocupação com aquilo que pouco importa diante do todo, e a blasfemar...      

...como forma de atingir o âmago, não daquilo a que se volta, mas sim daqueles que têm por capacidade tal filosofia FACILMENTE entender!

 

Ele, este elemento, não quer esclarecer e nem ser esclarecido, ele quer causar destempero e ficar apenas cozinhando sua batata em água morna, como forma de destilar toda uma filosofia superficial que, certamente, nos levará do nada ao local onde ele se encontra...

...que é o lugar nenhum!

E a retórica contaminada de quem muito sabe do momento, mas nada sabe do Todo, se espalha como um fogo na mata seca...

 

Surpreendem-se com tal?

Ora...

...tal método, o do conflito diante de princípios estabelecidos, é usualmente praticado por quem adquire uma certa bagagem cultural, ainda que de valor inestimável, mas que, se mal empregada, se tornará talheres de ouro numa casa sem alimentos!

 

As palavras, todas elas, têm poder, força!

O poder das palavras está em você apontar o, digamos, problema, e antes que o outro se esforce em contestar, você mesmo dar seu parecer em solução ao entrave que você mesmo cogitou...

O que, na lógica filosófica, daria sim condições para início a um debate, ainda que rusgas viessem a ocorrer!

 

Da forma praticada por alguns elementos aqui...

Muito fácil você enumerar defeitos de princípios, sejam estes de pessoas individuais, de condutas coletivas ou mesmo de fundamentos estigmatizados, e não se colocar como detentor de uma alternativa que justificasse ou esclarecesse tal de acordo com o que pensa...

...e ainda não ter a mínima noção, já que ignora as assertivas alheias, da razão de identificação dos seguidores as suas causas!

 

Em todo princípio de vida, seja ele religioso, político ou filosófico...

...há sim sempre os deslumbrados e fáceis de cooptar, evidentemente, mas uma filosofia com princípios cientificamente comprovados, e razão lógica de todas suas cousas, causas e métodos, o ESPIRITUALISMO (Espiritismo é outra coisa), esta ciência natural e progressista não pode ser simplesmente tratada como, digamos, água de salsicha do ecumenismo ou coisa que o valha, tampouco desrespeitado por algum asno de plantão!

Ainda que entendamos seu zurrar, pois sabemos que ainda não aprendeu a articular um simples;

-Há?

...mas breve evoluirá, hajamos nós a paciência!

 

Esta tal "paciência"...

 ...que esta tão nobre filosofia ESPIRITUALISTA não cansa de querer nos ensinar a assimilar!


.............................................JC