gutigatamel  
Registro: 2010-07-05
Vamos sorrir porque chorar entope o nariz!!
Pontos48Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 152
Online agora
Mahjong: Rio

Loucura total2014-07-21

Menino de 9 anos de casa com mulher de 63

Por isso que estou solteira até hoje tem que reservar assim que sai da maternidade, só pode.  kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
102_2124-alt-blog-wed-01.jpg

Ano passado, o estudante Sanele Masilela, de 8 anoscasou-se com Helen Shabangu, de 62, no vilarejo de Ximhungwe (África do Sul), diante de cerca de 100 pessoas. 

Um ano depois, marido e mulher renovaram os votos de casamento, conforme reza a tradição local. Aos 9 anos, Sanele participou de um novo ritual com a esposa, agora com 63. No altar, os dois estavam acompanhados do outro marido de Helen, Alfred Shabangu, de 66 anos. Eles têm cinco filhos.

SIGA O PAGE NOT FOUND NO TWITTER. CLIQUE AQUI!

O casamento foi realizado depois que a família decidiu atender a um pedido de ancestrais a fim de evitar uma maldição. 

"Ele escolheu Helen porque a ama. Assim, fizemos os ancestrais felizes. Se não tivéssemos realizado o casamento, algo de ruim teria acontecido com a nossa família", explicou Patience Masilela, de 46 anos, a mãe de Sanele, de acordo com o "Mirror". 

Moradores do vilarejo classificaram o ato como "doentio", mas a família de Sanele insiste que o casamento não tem valor legal e é apenas um ritual. 

Mas Sanele e Helen trocaram alianças e se beijaram ao fim da cerimônia.

102_2124-alt-blog-wed-02.jpg

102_2124-alt-blog-wed-03.jpg


A mulher também não deixou barato , meteu foi a lingua na boca da criança,   affffffffffffffffffffffffffffffffffff

Comentários: 9  |  Views: 102

Excelente matéria.2014-07-11

Excelente matéria, bom eu gostei e tenho boa gosto.

10/07/2014 10h21 - Atualizado em 10/07/2014 15h50

Aplaudir pôr do sol, abraçar... Veja o que surpreendeu os estrangeiros

Turistas que vieram para a Copa listam o que acharam mais surpreendente.
Pão de queijo, compras parceladas e falta de pontualidade foram citados.

Flávia MantovaniDo G1, em São Paulo

O chileno Richard, o americano Joe, a estoniana Elsa e o suíço Lukas Bärtschi (Foto: Arquivo pessoal)O chileno Richard, o americano Joe, a estoniana Elsa e o suíço Lukas Bärtschi (Foto: Arquivo pessoal)

O americano Joe Bauman, que veio para a Copa do Mundo no Brasil, achou estranho ver que todo mundo colocava algo que parecia areia na comida. Foi assim que ele descobriu a farofa e virou adepto. "Comecei a colocar farofa em tudo", conta ele, que também ficou surpreso com as paisagens naturais, a obrigatoriedade de votar nas eleições e o interesse das brasileiras pelos gringos.

G1 perguntou a Joe e a outros 11 estrangeiros que visitaram o Brasil durante o Mundial o que eles acharam mais curioso ou diferente aqui em relação a seus países de origem. As respostas foram variadas, mas um ponto se repetiu em quase todos os depoimentos: a surpresa positiva com o jeito alegre e receptivo do povo. Confira a seguir o que os turistas responderam:

O canadense Florent Garnerot (Foto: Flávia Mantovani/G1)O canadense Florent Garnerot
(Foto: Florent Garnerot/Arquivo pessoal)

Florent Garnerot, do Canadá

- Na praia, os brasileiros ficam de frente para o sol, e não para o mar. Achei interessante!

- Os brasileiros se encontram, bebem juntos e dividem a conta. No Canadá, cada um paga o que consome.

- Aqui os casais se beijam e demonstram afeto em público, o que não acontece no Canadá.

- As mulheres sempre usam joias, maquiagem… Elas se arrumam muito.

- Quando quero encontrar um amigo no Canadá, preciso planejar com pelo menos uma semana de antecedência. Eles precisam falar com suas mulheres, etc. No Brasil, isso é muito mais espontâneo.


O americano Joe Bauman (Foto: Joe Bauman/Arquivo pessoal)Joe, dos EUA (Foto: Joe Bauman/Arquivo pessoal)

Joe Bauman, dos Estados Unidos

- Quando cheguei aqui, me perguntava por que todo mundo colocava areia na comida. Depois provei e vi que tinha gosto de bacon. E finalmente comecei a colocar farofa em tudo.

- Os brasileiros bebem muito. Todos os compromissos sociais envolvem amigos e cerveja.


- Achei estranho ver que muitas famílias de classe média têm empregadas domésticas. Nos EUA, só os ricos têm. Fiquei um pouco desconfortável de ver que uma estranha ia fazer minha cama, lavar minha roupa ou preparar meu café da manhã.

- Os brasileiros adoram dar comida para as visitas. É a forma de eles cuidarem de você.

Achei estranho ver que muitas famílias de classe média têm empregadas domésticas. Nos Estados Unidos, só os ricos têm."
Joe Bauman,
turista americano

- Fiquei impressionado de saber que os adultos são obrigados a votar. Nos Estados Unidos, temos taxas vergonhosamente baixas de comparecimento nas eleições.

- Fiquei maravilhado com as belezas naturais. As montanhas, as praias, a vegetação, tudo é diferente de onde eu moro. Não podia acreditar que existisse um parque do tamanho do da Tijuca dentro de uma grande cidade como o Rio.

- Fiquei impressionado de saber que foram criadas tantas Constituições no país e que a versão atual recebeu tantas emendas. É muito diferente da Constituição americana, que é muito antiga e foi modificada poucas vezes.

Os brasileiros adoram dar comida para as visitas. É a forma de eles cuidarem de você"
Joe Bauman

- Achei meio nojento ver que aqui jogam o papel higiênico na lixeira [e não no vaso sanitário]. Não fica um cheiro ruim?

- Aqui passam muitos programas de TV americanos, mas tudo da década de 1990. Achei engraçado ver que os brasileiros adoram o seriado "Friends", que não vai ao ar nos EUA há mais de dez anos.


- As brasileiras parecem adorar os gringos. Estranho, né? Mas achei isso ótimo. Aliás, minha parte favorita do Brasil, com certeza, foram as brasileiras. Eu me apaixonei. Mais de uma vez. Certamente voltarei um dia ao Brasil para encontrar minha futura mulher.

- O coração e a alma deste país maravilhoso são os brasileiros. Eles queriam me mostrar tudo e se certificar de que eu tivesse uma boa experiência – e eu certamente tive!


O esloveno Luka Jesih (Foto: Luka Jesih/Arquivo pessoal)O esloveno Luka (Foto: Luka Jesih/Arquivo pessoal)

Luka Jesih, da Eslovênia

- Os brasileiros falam alto, quase gritando, e muito rápido.

- Vocês comem MUITO. Muito mesmo. Passei uma semana com uma família brasileira e sempre tinha alguma comida ou fruta na mesa.

- Na Europa, tudo é mais calmo. No Brasil, quando as pessoas cantam o hino, elas choram, cantam alto e com muita emoção.


O chileno Richard Diaz (Foto: Richard Diaz/Arquivo pessoal)Richard Diaz (Foto: Richard Diaz/Arquivo pessoal)

Richard Diaz, do Chile

- Fiquei surpreso de ver como é rápido fazer amigos aqui, tanto na favela quanto nos condomínios mais exclusivos.

- Percebi que os homens são muito machistas. Eles tratam as parceiras como empregadas deles, especialmente em relação às tarefas domésticas.

 


Torcedores barbudos ingleses (Foto: Flávia Mantovani/G1)Adam, Pete e Dave (Foto: Flávia Mantovani/G1)

Adam Burns, David Bewick e Pete Johnston, da Inglaterra

- Achamos estranho ver que aqui vocês comem coração de galinha.

- Os brasileiros são muito vivos e cheios de energia. Vocês se mexem muito, estão sempre se mexendo.

- Vocês também sorriem muito.

 


Mohamed Moulkaf, da Argélia (Foto: Flávia Mantovani/G1)Mohamed, da Argélia (Foto: Flávia Mantovani/G1)

Mohamed Moulkaf, da Argélia

- Na Argélia, não há mulheres que dirigem motos.

- Quase todas as lojas daqui parcelam as compras em várias vezes sem juros. Gostei disso. Dá para pagar o mesmo preço dividindo até em dez meses.

- Os seguranças de banco aqui andam armados. Lá, não é assim.


O canadense Kyle Dreher (Foto: Kyle Dreher/Arquivo pessoal)Kyle Dreher (Foto: Kyle Dreher/Arquivo pessoal)

Kyle Dreher, do Canadá

- Quando você conhece alguém, dá dois beijinhos na bochecha. Isso é muito diferente do aperto de mão que a gente dá no Canadá.

- Adorei o queijo coalho com orégano na praia! E o milho também! Todo dia eu comia.

- No Brasil, as pessoas aproveitam mais a vida e o presente que no Canadá. Lá, todo mundo é muito focado em trabalho, dinheiro e status.

- Na favela perto de onde eu estava hospedado, soltavam fogos de artifício toda hora, de dia e de noite. No começo, achei que fossem tiros de revólver, mas depois descobri que é um sinal de que as drogas estão chegando por lá. Acabei me acostumando.


Rodrigo Escobar, do Chile (Foto: Rodrigo Escobar Rebolledo/Arquivo pessoal)O chileno Rodrigo Escobar Rebolledo
(Foto: Rodrigo Escobar/Arquivo pessoal)

Rodrigo Escobar Rebolledo, do Chile

- A amabilidade, a forma de receber as pessoas, a alegria e a simplicidade do povo brasileiro foram o que mais me chamou a atenção. Fomos tão bem recebidos em Cuiabá, que isso me marcou. Você perguntava algo e te indicavam tudo, te convidavam para churrascos.

- Vocês sempre têm um sorriso para mostrar. Nós chilenos também somos acolhedores, mas somos mais sérios, formais, calados.

- As garotas são lindas, carinhosas e simpáticas. Quero um dia ter uma esposa brasileira.

- Os brasileiros são muito relaxados, mais até do que se deve, às vezes. A turma marca de se encontrar "amanhã às 10h" e ninguém aparece.

- A parte ruim foi encontrar muita obra incabada, pelo menos em Cuiabá.


A estoniana Elsa Saks (Foto: Fernando Nunes/Arquivo pessoal)Elsa (Foto: Fernando Nunes/Arquivo pessoal)

Elsa Saks, da Estônia

- Estranhei o arroz com feijão. No início, pensei: "É sério isso?". Mas acabei achando superdelicioso.

- Gostei muito do pão de queijo. Tão bom! Adorei.

- Músicos não são pagos pelo bar onde tocam, mas pelo couvert que os clientes pagam.

- Brasileiros jantam tarde. É normal comer às 22 horas.

- Os brasileiros não são bons em pontualidade.


O suíço Lukas Bärtschi (Foto: Lukas Bärtschi/Arquivo pessoal)Lukas (Foto: Lukas Bärtschi/Arquivo pessoal)

Lukas Bärtschi, da Suíça

- Foi ótimo ver todo mundo na rua usando roupas amarelas, desde uma senhora idosa com chapéu do Brasil até uma criança com a camisa da Seleção.

- Ficamos surpresos de ver como tudo foi bem organizado. O ônibus para o estádio, as informações para o aeroporto, tudo funcionou muito bem.

- Muita gente se esforçava para falar inglês. Quando estive no Brasil antes, há seis anos, ninguém falava nem uma palavra.

- Foi muito especial ver que cada estádio servia a comida típica da região. E todas eram muito gostosas.

- As pessoas são todas alegres e recebem você de braços abertos.


Daniel Lane, da Inglaterra (Foto: Daniel Lane/Arquivo pessoal)O inglês Daniel com a mulher, que é brasileira
(Foto: Daniel Lane/Arquivo pessoal)

Daniel Lane, da Inglaterra

- Os brasileiros muitas vezes usam roupas muito apertadas.

- As pessoas chegam atrasadas para tudo.

- Vocês abraçam muito mais.

- Vocês falam "Boa praia!" para as pessoas.

- As pessoas são bem mais religiosas – geralmente, nós só somos religiosos quando queremos muito uma coisa: por exemplo, que nosso time avance na Copa do Mundo.


George Woolley , dos EUA (Foto: George Woolley/Arquivo pessoal)George mostra o ingresso para um jogo da Copa
(Foto: George Woolley/Arquivo pessoal)

George Woolley, dos EUA

- As pessoas aplaudem o pôr do sol na praia do Rio. Isso nunca aconteceria nos Estados Unidos.

- Poder beber cerveja em público também é algo que não acontece nos EUA, exceto em lugares como Nova Orleans.

- O fato de que as pessoas são tão felizes por estarem vivas é algo muito diferente e palpável.

Comentários: 2  |  Views: 106

'Fred' ?? Tá vivo?2014-07-10

Elefante marinho é batizado de 'Fred' 


Apelidado de 'Fred', elefante marinho tem até roncado em praia de Vila Velha, diz biólogo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

O elefante marinho encontrado em uma praia de Vila Velha, na Grande Vitória, na última terça-feira, foi apelidado de Fred,
 Algumas pessoas que foram à praia deram o nome a ele. Nessa hora, o animal estava dormindo, sem se movimentar, e as pessoas começaram a chamá-lo de Fred - contou o biólogo Bruno Berger, que está acompanhando o bicho na praia do Farol de Santa Luzia, próximo ao Morro do Moreno.
Comentários: 4  |  Views: 128

Animação total2014-07-03

Quem ama David Luiz

31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

Quem ama Galvão Bueno
31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

Quem ama os comentários do Ronaldo.. Se ninguém fizer gol o jogo vai terminar empatado..
31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

Quem ama Neymar e Thiaguinho

31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

de onde o Felipão tirou a ideia de colocar o Thiago Silva como capitão?”

31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

Quem ama vuvuzela
31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

Quem ama a Calma de Caetano
31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

Quem ama as mesmas músicas do Rei que tocam todo final de ano.
31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

Quem não ama nada disso
31 coisas que s� um brasileiro que est� vivendo a Copa intensamente vai reconhecer

Comentários: 2  |  Views: 123

Brasillllllllll2014-06-25

ME mata de orgulho.

6522577_fabcd.gif

6522558_6efHs.gif

6522586_lDdq1.gif

Comentários: 0  |  Views: 67

Festa Junina2014-06-17

Festa Junina NO BOTECO DA FRAN  

3844452_bu2M0.gif
Comentários: 8  |  Views: 98

Brasilllll ililili ilililili2014-06-06

BRASILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL, boteko da Fran

6522563_nzlTG.gif
Comentários: 0  |  Views: 186

Anita? É Você???2014-05-19

ANITA DESSA COR??? Não tenho nada haver com isso, mais que está bem diferente , isso está.
Anitta e Roberta Rodrigues (Foto: Instagram/Reprodução)

Anitta curte show do Melanina Carioca (Foto: Raphael Mesquita/Divulgação)
Comentários: 4  |  Views: 186

Mineiro se transforma e vira versão humana do boneco 'Ken'2014-05-18

Primeiro a Barbie humana agora o boneco Ken humano,

ken Brasileiro Araxá (Foto: Celso Santebañes/Arquivo Pessoal)

18/05/2014 13h13 - Atualizado em 18/05/2014 13h24

Mineiro se transforma e vira versão humana do boneco 'Ken'

Celso Santebañes, de 20 anos, é de Araxá e já fez 4 cirurgias plásticas.
Após o sonho de ator e modelo, agora ele planeja um boneco próprio.

Maritza BorgesDo G1 do Triângulo Mineiro

O sonho de ser modelo se transformou em algo inusitado na vida de Celso Santabañes, de 20 anos. O mineiro de Araxá, no Alto Paranaíba, saiu da cidade do interior em busca de trabalhar com a imagem em São Paulo e acabou se intitulando com o nome do boneco, conhecido por ser parceiro da Barbie, o Ken.

Segundo Celso, tudo começou após amigos dizerem que ele se parecia com bonecos e os comentários renderam quatro cirurgias plásticas, maquiagens e a mudança no porte do modelo. E foi no início de 2014 que Celso passou a se comportar como um boneco e ficou conhecido como o Ken brasileiro. Agora, entre os projetos que serão lançados pelo Ken humano, está o lançamento de um boneco dele mesmo, o Celso.

ken Brasileiro Celso Santebañes Araxá (Foto: Celso Santebañes/Arquivo Pessoal)

Ser intitulado como um boneco é algo que Celso quer que seja diferente. “Como sou conhecido como o Ken humano, muitos pensam que eu sou fútil. Mas isso não condiz, pois sou uma pessoa culta, gosto de ler e estou me formando em uma das principais escolas de teatro do Brasil. Eu ganhei este título este ano e eu não esperava isso, mas eu procuro ser mais perfeito por dentro do que por fora”, afirmou.

O Ken humano disse, também, que não gosta de passar despercebido. “Saí da minha cidade com o intuito de estudar teatro e ser ator. Eu gosto de agregar as pessoas com algo relacionado à minha imagem. E eu sai da minha cidade sem pensar muito, era pra ser temporário e acabei ficando por aqui”, contou.

ken Brasileiro Celso Santebañes Araxá (Foto: Celso Santebañes/Arquivo Pessoal)


Comentários: 2  |  Views: 179

As 11 vilas mais lindas do mundo2014-05-16

As 11 vilas mais lindas do mundo


(Foto: reprodução)Forte Bourtange, nos Países Baixos
(Foto: reprodução)Vila Popeye, em Malta
(Foto: reprodução)Vila no sudeste inglês
(Foto: reprodução)Vila no Tibete(Foto: reprodução)Cidade de Hallstatt, na Áustria(Foto: reprodução)Vila La Spezia, na Itália(Foto: reprodução)Vila no sul da China(Foto: reprodução)Vila nas montanhas do Irâ(Foto: reprodução)Vila Gàsadalur, nas ilhas Faroé(Foto: reprodução)Vila na África(Foto: reprodução)Vila em Mali
Comentários: 2  |  Views: 275

Páginas: 32

1