Biтυqυiинα

Registro: 17/08/2010
I am Quiet...I am...the absence of words
Pontos2.101Mais
Último jogo

Ninguém é obrigado a gostar de você!

19/08/2020       

É isso mesmo. As pessoas têm zero obrigação de gostar da gente, muito menos de querer a gente por perto. 
A gente tem muita dificuldade em lidar com a rejeição, né? E tá piorando. 
Acho que começa na infância… quando algum colega briga com a gente ou não deixa a gente andar junto ou qualquer coisa do tipo, a tendência dos nossos pais é dizer que aquela pessoa é boba, que ela não merece nossa amizade, que ela é chata ou qualquer outra variação de adjetivo que exclua a verdade: Ela simplesmente não gosta de você. As pessoas podem ser boas, divertidas, legais e inteligentes e têm todo o direito de simplesmente não quererem você por perto. Tá tudo bem, você não precisa agradar todo mundo, mas de alguma forma isso é um tabu na infância e as pessoas crescem buscando aceitação e se frustrando com a rejeição.
 As redes sociais pioraram tudo. Até aplicativo pra descobrir quem parou de seguir você existe. É uma obsessão por ser aprovado desde de sempre e a tecnologia veio só deixar isso ainda pior. Se a pessoa leu e não quis te responder? Sim, a internet também mostra! As pessoas podem até estarem loucas para acabar um relacionamento, mas se o outro toma a atitude primeiro, o ego ferido de não ser mais desejado fala tão alto que a pessoa até se confunde achando que agora até quer o outro de novo. Isso complica nossa vida, isso complica nossos relacionamentos e isso leva milhares de pessoas a consultórios. As pessoas tomam remédio pra lidar com a dor do não-ser-querido.
Simplifiquemos. Ninguém é obrigado a querer ninguém. E quem quer não é obrigado a sempre querer. Tá tudo bem… Quem já ouviu um “eu não gosto mais de você” sabe que não é a frase mais agradável do mundo.
 Alguém não gostar de você não faz de você uma pessoa pior e quem não gosta de você também não é uma pessoa ruim por isso. Gostar tem que ser genuíno, tem que vir naturalmente, tem que ser leve, tem que ser suave. Gostar de alguém e esse alguém gostar de você é tão bonito, não vamos deixar isso feio e pesado transformando em obrigação. Reciprocidade é loteria! Aproveite enquanto ela existe, pode ser que acabe amanhã, pode ser que dure pra sempre, mas a gente não sabe…. então aproveite o bem-me-quer enquanto está no auge, quando vira mal-me-quer não há nada a ser feito. Isso vale pra namorados(as), amigos e até familiares, ninguém é obrigado a gostar de ninguém.
 Não deixe que a reprovação de uma pessoa abale o que você pensa sobre si mesmo, não tente ser o que o outro quer, não sofra mais que o necessário. Você é incrível em todas as suas maneiras, mesmo que nem todo mundo que você quer, veja isso. Não diminua o tamanho de uma pessoa porque ela não te aprova, cada ser humano é singular e nenhum escolhe pelo quê o por quem seu coração se alegra, respeite a programação natural de cada pessoa e quando gostar de alguém que também gosta de você, agradeça.

Hariana Meinke.

Guardiões...

03/08/2020       
Somos de vidro, também de pedra, água e areia. 
Viajantes do tempo. O remetente e o destinatário. 
Tudo o que jogarmos contra o vento virá ao nosso encontro. 
Somos o próprio reflexo que vemos no espelho e além dele. 
Somos a vida e a morte. O tudo e também o nada. Somos idealizadores. Sonhadores. Propagadores. 
Feitos de inocência num mundo de regras. Maldosos ou bondosos - no tempo exato.
Ora oferecemos riscos, ora somos a mais perfeita das ternuras. 
O ponto de encontro está em cada um de nós. Encontrar-se é o desafio. Entender-se sagrado é o caminho. Enxergar além de, é o que falta. Permitir-se acolher o irmão e entender que ele é tão frágil e tão forte como nós é a meta. 
Que ninguém é melhor do que ninguém, e no final das contas, somos pó. Nem sempre intactos. Nem sempre puros. 
O importante é a busca, olhar para dentro de si e observar que o mundo é bênção, que somos filhos da Graça e que temos a divindade dentro de nós.

Autor: Vitor Ávila

Acredite...

12/07/2020       
O tempo passa para todos, mas não é igual para ninguém,
Não cabe às datas mudar toda a sua vida... Cabe a você...
Arrisque-se... O único antídoto aceitável contra a monotonia é a aventura...
Não se preocupe em entender, o mistério é fascinante...
É melhor surpreender-se a cada dia do que programar acontecimentos...
A lógica nem sempre explica tudo...
Realize-se com pequenas (e importantes) experiências,
Os momentos marcantes geralmente são os mais simples...
Serão eles que nos momentos de distração em meio às lembranças,
Farão brotar entre seus lábios aquele sorriso tímido (de felicidade)...
O que somos além de nossas próprias histórias?
Escreva-as... Em si e nas pessoas que ama...
Transforme-se... Molde-se... Melhore-se...
Mas não se desconfigure...
Sonhe... Só não esqueça que a realidade é muito mais dura do que parece...
Não se esquive dos golpes... Imprevisíveis...
Não insista em cometer os mesmos erros, existem milhões de possibilidades...
Não se perca no caminho... Alguém em algum lugar espera por você...
Não a faça esperar demais... Você tem apenas uma vida... Não desperdice...
Promessas nem sempre se cumprem... Surpresas não podem ser prometidas...
Exija menos dos outros, só podemos mudar a nós mesmos...
Utopias são pesos desnecessários...
Encontre-se (em mim)...
Talvez exista muito mais de você em mim do que imaginas
(o contrário também é verdade)...
Entregue-se... Surpreenda-se... Os sentimentos desconhecem limites..

Autor: JPCastro

Sobre o amor...

11/07/2020       
É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chope é gelado.
É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário do de vez em quando.
Difícil é amar quando o outro desaba. Quando não acredita em mais nada. E entende tudo errado. E paralisa. E se vitimiza. E perde o charme. O prazo. A identidade. A coerência. O rebolado.
Difícil amar quando o outro fica cada vez mais diferente do que habitualmente ele se mostra ou mais parecido com alguém que não aceitamos que ele esteja.
Difícil é permanecer ao seu lado quando parece que todos já foram embora. Quando as cortinas se abrem e ele não vê mais ninguém na plateia. Quando o seu pedido de ajuda, verbalizado ou não, exige que a gente saia do nosso egoísmo, do nosso sossego, da nossa rigidez, do nosso faz-de-conta, para caminhar humanamente ao seu encontro.
Difícil é amar quem não está se amando.
Mas esse talvez seja, sim, o tempo em que o outro mais precisa se sentir amado. Eu não acredito na existência de botões, alavancas, recursos afins, que façam as dores mais abissais desaparecerem, nos tempos mais devastadores, por pura mágica. Mas eu acredito na fé, na vontade essencial de transformação, no gesto aliado à vontade, e, especialmente, no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, de quem não desiste da gente.

Autor: Not  sure...